Será o celular do futuro?

12 de September de 2013

Será o celular do futuro ou deveria ainda ser o celular do agora?

Quando assistimos ao vídeo da proposta do Phone Blocks, no início parece algo muito tecnológico e futurista. Porém, ao passar o choque inicial da grande ideia, pensamos “ei, peraí, por que as empresas ainda não fazem desse jeito?”.

 

pb1

 

Tudo o que é proposto para esse aparelho modular, customizável e não descartável é possível de ser realizado. O grande desafio vem na segunda parte do vídeo. O modelo de negócio desta ideia genial.

Afinal, por que empresas como a Apple e a Samsung iriam querer parar de lançar aparelhos novos a cada ano e nos levar a achar nossa tecnologia obsoleta e trocar o aparelho todo por causa de uma nova funcionalidade?

É aí que vem a explicação do projeto. Um movimento colaborativo, mundial – crowdspeaking – clamando para que as empresas parem e olhem para este projeto e comecem a trabalhar juntas para construir algo assim. E ao invés de apenas vender celulares novos a cada ano, muda-se totalmente o modelo de negócios e as empresas começam a comercializar as peças modulares para que você possa customizar e atualizar o que achar necessário no seu aparelho.

 

pb2

 

É um projeto ambicioso, grande, audacioso, mas que combina com o momento onde cada vez mais pessoas optam por um consumo consciente (leia mais sobre simplicidade voluntária), e estão em busca de produtos que representem o não desperdício de recursos – e do nosso dinheiro (um exemplo de produto lançado recentemente seguindo este pensamento é a linha Sou da Natura).

O vídeo abaixo explica a ideia completa do Phone Blocks. Mas um alerta: é possível que você passe a não olhar para o seu celular com os mesmos olhos. =] #phoneblocks

 

Comentários

Google e suas (várias) novidades

16 de May de 2013
QruJ.google_i_o_2013_jpg

Está rolando o encontro anual de desenvolvedores do Google, o  I/O . E como sempre acontece neste evento, são apresentadas as novidades da empresa.

E dessa vez eles capricharam e apresentaram, no primeiro dia, muitas novidades em vários de seus produtos!

Para facilitar, aqui vai um resumo das principais novidades:

.

– Google Wallet: em funcionamento nos EUA desde 2011, para a realização de pagamentos através de um app nos smartphones, o Google Wallet ganha funções agora no Gmail. Em alguns meses será possível enviar e receber $$$ pelo email. Assim como você anexa uma foto ou um arquivo, você vai poder anexar dinheiro ao seu email. O dinheiro será debitado do cartão de crédito ou débito cadastrado na sua carteira virtual. A taxa de administração será de 2,9% por operação. Assista o vídeo demonstrativo:

.

.

– Google Play Music All Access: enquanto serviços de streaming musical vem crescendo como o Spotify e chamando a atenção como Superplayer, o Google não poderia ficar de fora. E claro que a solução deles teria que ser no mínimo genial. Imagine você ouvir uma música que você adora, uma única música, e a partir desta única música toda uma rádio é formada utilizando todos os dados que o Google tem sobre os seus gostos e preferências. O usuário ainda pode adicionar músicas que já tem, refinando a lista do Google. O serviço foi anunciado com o preço de US$ 9,99/mês nos Estados Unidos, podendo ser testado por 30 dias de graça.

all-access

.

– Google+: nova cara e 41 novas funções (0.O). Nã0 descobrimos ainda todas as 41 novas funções mas pelo que vimos, a cara nova ficou bem legal dividindo a timeline por colunas. Lembra até o (quase esquecido) Pinterest. E falando em Pinterest, o Google Plus traz vários filtros e recursos de edição de foto (falaram até de ser o fim do Photoshop – exagerados!), além de fazer uma seleção e priorização das fotos que ele considera serem mais importantes e com melhor qualidade para terem destaque na rede. O Hangouts agora tornou-se o serviço integrado de mensagens do Google, independente, ganhando versão em aplicativo (já disponível para download).

.

.

– Google Maps: apesar do Waze estar conquistando muitos usuários, principalmente em São Paulo, o Google Maps continua sendo o queridinho. E até por isso mereceu destaque no evento, apresentando suas mudanças e a maior atualização desde seu lançamento há 8 anos. O Maps agora passa a ser mais recomendação do que apenas busca. Ao invés de apontar diretamente um endereço ele passa a cruzar informações com recomendações de usuários do G+, com endereços mais buscados, e outras informações para gerar uma busca mais precisa, personalizada, adicionando valor à busca do usuário. Além de mudanças de usabilidade, como por exemplo, agora o mapa ocupa a tela toda do navegador, entre outras alterações.

.

– Google (buscas): “É o fim das buscas como as conhecemos”, disse Amit Singhal, vice-presidente sênior e engenheiro de software do Google.  São três pilares que justificam essa afirmação: “respostas”, “conversa” e “antecipação”. “Respostas”: você pergunta, o Google responde. Ao invés de trazer milhares de links com referências e suas palavras, o Google trará a resposta da sua pergunta. E além de responder sua pergunta ele vai “Antecipar” outras perguntas possíveis sobre o mesmo tema e já trazer essas informações (hum… isso me lembra o WolframAlpha).  “Conversas”: buscas por comando de voz. Além disso, recursos integrarão a busca ao Google Now, que agora terá funções similares ao Siri, da Apple (como por exemplo, adicionar compromissos ao calendário conectando ao mapa e aos seus contatos).

.

Ufa! Resumindo, essas foram as principais novidades anunciadas no primeiro dia do encontro anual com desenvolvedores do Google. Se quiser ver uma cobertura completa do evento, dê uma olhada na do Olhar Digital, que acompanhou minuto a minuto. ;)

Comentários

REDESIGN | Design de Varejo

13 de May de 2013
banner_rotativo2

Com o consumidor migrando suas compras para o ambiente on line, está cada vez mais claro o desafio do varejo em transformar suas lojas físicas em verdadeiras experiências para o cliente, indo além do consumo. Nesta equação entram o entretenimento, a educação, a informação e a conveniência, transformando os pontos de venda em locais de convívio dos consumidores com a marca.

Para entregar esta experiência completa é preciso estar conectado com as últimas tendências de consumo, comportamento, arquitetura, design, e tecnologia. E com o intuito de expor e debater estas tendências, acontece nos dias 16 e 17 de Maio, em São Paulo, a segunda edição do maior evento de Design de Varejo da América Latina, o Redesign.

Uma iniciativa da consultoria GS&MD – Gouvêa de Souza, em parceria com a BYSide Eventos, e curadoria de Manoel Alves Lima, o Redesign é o terceiro maior evento de design de lojas no mundo, ficando apenas atrás do GlobalShop, que acontece nos EUA, e do EuroShop, na Europa. A edição deste ano conta com seis palestrantes internacionais, especialistas em design para varejo: David Kepron, Ken Nisch, Robert Hocking, Alison Medina, Angela Rumsey e Steve Collins.

 

banner_rotativo3

 

Serão dois dias de palestras, debates e exposições de cases de sucesso mostrando como inovar e se destacar no varejo. Entre os cases, executivos da Riachuelo, da Oi e da Chilli Beans apresentarão as estratégias adotadas por suas empresas para atrair o consumidor.

Conteúdos como o painel “Saia Justa do Varejo”, onde mulheres contemporâneas irão debater o que as atrai em uma loja; e a palestra sobre o poder transformador do design, do genial Marcelo Rosenbaum, trarão insights sobre comportamento e tendências de design que deverão servir de guia para quem quiser se manter na liderança do jogo do varejo nos próximos anos.

Ainda dá tempo de se inscrever e aproveitar todo este conteúdo.

#ficadica para estudantes: meia entrada!!! ;)

 

Redesign 2013
Quando | 16 e 17/05   das  8h30 às 18h
Local | Rua Doutor Plínio Barreto, 285 , São Paulo
Inscrições | R$ 1.480,00 (desc. 50% para estudante)
Informações | http://www.eventoredesign.com.br   ou  (11) 3405-6679

 

Comentários

Museu do Amanhã

1 de April de 2013
Imagem1

Em 2014, a região do Píer Mauá, na cidade do Rio de Janeiro, irá ganhar o Museu do Amanhã.

A construção, que faz parte do projeto de revitalização do porto, tem a arquitetura assinada pelo espanhol Santiago Calatrava, e irá permitir ao visitante explorar como as coisas serão nos próximos 50 anos, nos campos da matéria, da vida e do pensamento, além de debater questões como mudanças climáticas, crescimento e envelhecimento da população, integração global, entre outros.

 

museu

E o compromisso do museu com o amanhã já começa com a sua preocupação com o meio ambiente realizando um projeto de arquitetura sustentável. A construção está utilizando materiais reciclados, o telhado está sendo projetado para conter placas de captação de energia solar, e estão sendo desenvolvidos sistemas para captação de recursos naturais da região como, por exemplo, a utilização da água da Baía de Guanabara para a climatização do interior do Museu.

O curador do museu será o físico e doutor em cosmologia Luiz Alberto Oliveira, que terá a missão de estimular nos visitantes uma reflexão sobre o passado, o presente e o futuro através da ciência. Para isso ele contará com instalações interativas; cenários;  jogos audiovisuais; exposições permanentes; uma sala com mostras temporárias; um Centro de Referência do Profissional do Amanhã, onde serão ministrados cursos e palestras; e o Observatório do Amanhã, uma sala dedicada a apresentar os resultados das últimas pesquisas científicas e sociais realizadas ao redor do mundo.

 [youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=pU2A9Fq3XQs]

 Nós, que adoramos ficar imaginando como será o futuro, estamos super ansiosas pela inauguração deste projeto inovador! E você? :)

Comentários

Geração Gafanhoto

19 de February de 2013
Captura de Tela 2013-02-19 às 10.23.59

Ontem o pessoal do Update or Die postou um video criado por Raphael Truffi Bortholuzzi para a B-Young Agency sobre a geração gafanhoto.

– Wait! What?! Geração gafanhoto? O.O

Pois é, damos este nome  à “galerinha” que ficava (fica) em casa o dia todo enquanto os pais trabalham (e muitas vezes, depois de um tempo, se divorciam) e que recebem presentes como forma de suprir essa ausência/carência. Eles gastam bilhões de dólares anualmente, consumistas compulsivos. O Update or Die, também usou uma ótima frase para caracteriza-los: “A geração gafanhoto não consegue prestar atenção em nada por mais de um minuto e segue pulando de um lado para o outro, ditando tendências, cultura e comportamento.”

Assista o vídeo e diga aí, o que você acha?

Comentários

10 Tendências para 2013 pela JWT

10 de December de 2012
Top-Trends-For-2013-ADZAG.CO_

A JWT é uma das maiores agências de publicidade do mundo. Essa semana, ela divulgou sua oitava edição do relatório, com as dez principais tendências que influenciarão a mentalidade e o comportamento do consumidor no próximo ano. O estudo é feito com base em pesquisas quantitativas e qualitativas, em entrevistas com especialistas e influenciadores de diferentes mercados e no trabalho de cerca de 70 profissionais de planejamento de mais de 20 escritórios da rede.

Como já havíamos previsto, segundo a JWT, os objetos do cotidiano se tornarão cada vez mais inteligentes devido, é claro, à tecnologia.

Assista ao vídeo de 2 minutos para conhecer o resultado:

[youtube=http://youtu.be/bCDs7zQELpM]

Comentários

The State of the Internet 2012

8 de October de 2012
henry_blodget

No início do ano (mais precisamente em Maio de 2012) Mary Meeker já impressionou o público em uma palestra que realizava nos Estados Unidos com os “números da internet“.

Menos de 6 meses depois, a Business Insider publicou o material de uma palestra de Henry Blodget e Alex Cocotas, chamada The State of the Internet, que discute a evolução e tendências do comportamento das pessoas e empresas na internet. Os números, agora mais atualizados, são de cair o queixo!

Vale pegar uma caneca de café, chá ou alguns biscoitos e sentar para apreciar os dados dos 138 slides – e, quem sabe, se basear neles na sua próxima reunião. É só clicar na imagem aí de baixo pra ir direto para o estudo:

 Os assinantes do Business Insider podem baixar a apresentação inteira como um PDF ou PowerPoint.

Comentários

Gamification como ferramenta motivacional

29 de August de 2012
games_top

Envolver e motivar funcionários é quase uma arte. Desde que o mundo é mundo e as empresas existem, os gestores procuram uma série de formas e métodos de fazer isso. E parece que agora a “bola da vez”é utilizar ferramentas de Gamification.

Vamos falar de duas ferramentas que vimos recentemente que promete dar uma “mãozinha” à este desafio.

My Corner Office é uma plataforma (ainda em desenvolvimento) baseada em mídia social para compartilhamento de reconhecimento, que permite que cada funcionário tenha sua própria “baia virtual”, onde ele pode participar de uma série de desafios e tarefas, enfeitar, ter acesso ao quadro de avisos da firma, livros e compartilhar os prêmios que conquistou através de suas realizações no trabalho. Métricas e funções de relatório estarão disponíveis para os gestores. Além do uso via desktops, existe suporte via dispositivos móveis.

Teamalaya é uma plataforma destinada a empresas que querem engajar os novos funcionários, antes mesmo de seu primeiro dia de trabalho. Potenciais candidatos à vagas na empresa que utilizar esse serviço, podem acompanhar as etapas de seu processo seletivo diretamente pelo site, e se forem contratados, o candidato começa a receber informações e quiz à respeito da empresa e área onde irá trabalhar. Há também uma parede mensagem permitindo que os funcionários atuais se apresentem e dêem dicas e conselhos.

Pessoalmente, eu ainda não tive a oportunidade de testar nenhum dos dois serviços e por ter trabalhado em uma grande organização, tenho minhas dúvidas se esses dois modelos vão funcionar. Mas fiquei com a pulga atrás da orelha, e acho que dá pra fazer muita coisa legal relacionando gestão e gamification. :P

Comentários

Por viagens de carro mais divertidas!

26 de August de 2012
gm-woo

Sabe aquelas longas viagens de carro, onde você está de passageiro e fica olhando a vista pela janela e imaginando mil coisas para interagir com a paisagem muitas vezes entediante? Pois é, se depender do pessoal da GM essas viagens chatas estão com os dias contados.

Em um desafio para o pessoal do FUTURE LAB da Bezalel Academy of Art and Design de Israel, a General Motors pediu para que os estudantes criassem um conceito de novos meios para auxiliar passageiros dos assentos traseiros, especialmente as crianças, a terem uma experiência mais rica nas pistas. 

Batizado de WOO (The Windows of Opportunity), o conceito apresentado promete transformar as viagens chatas em diversão pura! Para isso eles apresentam uma série de features como, por exemplo, o Otto, um personagem animado que reage ao toque e se utiliza de elementos da vista externa para a criação de jogos; e o Pound, um aplicativo que te permite seguir outros passageiros de outros carros, possibilitando a troca de mensagens, músicas, e arquivos.

Para demonstrar todas as funções, os estudantes criaram protótipos com portas e janelas, utilizando sensores tecnológicos ópticos e de movimento desenvolvidos pela EyeClick que transformaram os vidros padrões das janelas em superfícies multi-touch e sensíveis aos gestos.

Mas como no mundo dificilmente algo seja 100% original, quando assistimos ao vídeo incrível do pessoal da Bezalel+GM, nos lembramos de um vídeo que vimos há muito tempo atrás da Toyota também trazendo um conceito de janela interativa para as viagens de carro do futuro, chamado de “Window to the world”.

E aí? Qual dos dois conceitos você gostaria de ter agora no seu carro? Chega logo futuro!!! ;)

Comentários

Supermercado oferece descontos customizados para cada consumidor

23 de August de 2012
IMG_1671-1000x750

Segundo Wikipédia, “Lei da Oferta e da Demanda, é a lei que estabelece a relação entre a demanda de um produto – isto é, a procura – e a quantidade que é oferecida, a oferta. A partir dela, é possível descrever o comportamento preponderante dos consumidores na aquisição de bens e serviços em determinados períodos, em função de quantidades e preços. Nos períodos em que a oferta de um determinado produto excede muito à procura, seu preço tende a cair. Já em períodos nos quais a demanda passa a superar a oferta, a tendência é o aumento do preço.”

Essa regrinha básica tem sido o principal pilar da economia mundial (desde que o mundo é mundo). E apesar de existirem fórmulas que calculem o preço ideal a ser cobrado pelo produto/serviço, todas as empresas estão sempre buscando melhorar sua gestão de preço incluindo novas variáveis relacionadas ao comportamento de compra dos consumidores.

Um supermercado norte americano, chamado Kroger, começou a testar em suas lojas um novo modelo de precificação que oferece preços individualizados conforme os hábitos de consumos de cada cliente.

O conceito já funcionava através de cupons de descontos em compras feitas pela internet desde meados de 2011, mas agora a idéia foi trazida para o “mundo real”. Usando os dados obtidos através do cartão de fidelidade, o supermercado consegue oferecer descontos personalizados para produtos que o consumidor não tem o costume de comprar, ou inclusive oferecer brindes, recompensas ou até mesmo preços especiais, se o consumidor é fiel à um produto.

Todos os benefícios são automaticamente adicionados ao cartão de fidelidade de cada usuário e aplicados à conta final no check-out do supermercado. Os consumidores podem acompanhar os preços e descontos dos produtos pela internet (ao fazer seu login no site) ou receber as ofertas por email.

Para viabilizar tudo isso, eles estão trabalhando em parceria com uma empresa chamada dunnhumbyUSA.

Segundo fontes do blog Springwise, o supermercado Safeway também deve implementar um modelo semelhante nos próximos meses. Então vamos ficar de olho, porque isso pode ser uma forte tendência para os comércios nos próximos anos.

Comentários
Pages:123»

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca