E aí o MIT desenvolve o M-Blocks e muda tudo

10 de October de 2013
m-blocks

Mais uma descoberta científica (ou mecatrônica, por melhor dizer) que me deixa eufórica só de pensar sobre o potencial que isso tem para um futuro não muito distante.

Falando em uma linguagem simples e popular, o que o pessoal do MIT conseguiu desta vez, foi desenvolver uma tecnologia que faz com que esses quadradinhos da foto acima consigam se agrupar de diferentes formas para compor estruturas variadas a fim de exercer algum tipo de comando. Essa tecnologia já vinha sendo estudada há anos, mas ninguém conseguiu fazer algo tão simples como o M-Blocks do MIT.

Então, na prática (sendo bem simplista), você teria esses quadradinhos em casa e quando precisasse de uma… mesa! Você daria o comando e eles automaticamente se agrupariam para formar uma mesa. (ou uma escada, ou um banco, etc.). Brilhante, não?!

 

20131002171653-2

 

Ok! Mas eles não desenvolveram isso pensando em criar mesas, certo?!
Certo! A ideia é pegar essa tecnologia e fazer não só em quadradinhos para formar utilidades domésticas e decorativas, mas sim aplicar em outras formas pra que seja possível fazer um robô mutante. (Tipo Transformers ou como no Terminator de Arnold Schwarzenegger, que muda de forma conforme a necessidade da tarefa a ser executada).
[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=6aZbJS6LZbs]
Pensem no potencial disso se acoplassem câmeras, garras, luzes, objetos de manobra, etc. Ou até mesmo em escalas nanométricas! O uso seria quase que ilimitado: reparos de infra-estruturas, andaimes, móveis, cirurgias, e muito mais!
Aaaah, o futuro…
Comentários

IDDS + Make Your Choice | Evento Aberto

22 de July de 2012
Interprete_site

Nós já falamos sobre o IDDS, Encontro Internacional de Design para o Desenvolvimento Social, uma iniciativa do MIT (Massachusetts Institute of Technology) que este ano está rolando no Brasil em parceria com a USP (Universidade de São Paulo) e com o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), com o objetivo de criar produtos e serviços para as comunidades de baixa renda através das ferramentas de design.

O projeto, que acontece durante todo este mês de Julho, está programando um evento aberto para o dia 28 de Julho, junto com o movimento Choice (maior rede de universitários engajados em Negócios Sociais do Brasil, com missão de transformar a forma de fazer – e entender – negócios nas universidades).

Neste evento, chamado de IDDS+Make Your Choice!, vão rolar debates sobre o terceiro setor; apresentação dos projetos que foram desenvolvidos no IDDS Brasil 2012; e oficinas com temas específicos, como a Oficina de Design e inovação social, com a Professora Amy Smith do MIT D-Lab (bacana, né?!).

Se quiser mais informações e ver a agenda completa do evento, clique aqui. Também criaram o evento no Facebook, dê um participar para acrescentar ao seu calendário da rede social.

Não vai ficar de fora, né?!

Onde? Escola Politécnica da USP – Avenida Professor Luciano Gualberto, Travessa 3, nº 380, Butantã  São Paulo.

Quando? 28 de Julho (sábado), das 9h às 17h30.

Quanto? Nada! Evento gratuito! ;)

Uma ótima oportunidade para conhecer um projeto incrível, pessoas interessantes de vários cantos do mundo, e tudo isso com muita inovação e design! =)

Comentários

IDDS | Design para Desenvolvimento Social

27 de June de 2012
Captura de Tela 2012-06-26 às 23.36.00

Nós sempre falamos sobre Design Thinking e como o Design pode ser utilizado para gerar grandes soluções para as empresas e para os negócios. Mas você já parou para pensar se utilizássemos todo esse potencial de criação e transformação em prol de uma causa maior? Se, da mesma maneira como aplicamos nas empresas, aplicássemos as ferramentas, os processos e a metodologia para melhorar a vida de pessoas que estejam precisando? Pois é… design, de repente, ganha um novo propósito, não acha?

É o que o programa International Development Design Summit, o IDDS, se propõe a fazer: ser um “encontro Internacional de Design para Desenvolvimento Social  que reúne participantes de diversos países e áreas de atuação para criar tecnologias ou empreendimentos que melhorem a vida de pessoas em situação de pobreza”, como eles mesmos definem.

O programa foi criado em 2007, pela Professora do Massachusetts Institute of Technology (MIT), Amy Smith, que também é a fundadora do D-Lab, no próprio MIT (mas isso é assunto para outro post). O que a Prof. Smith sempre buscou, diferente da maior parte de outros eventos acadêmicos como este, é o envolvimento das pessoas das comunidades nos processos de criação: a co-criação.

IDDS 2011 em Gana – África. Co-criação envolvendo a comunidade local. Fonte: Facebook IDDS Brasil

O IDDS vai além de debates, discussões em sala, de planos de negócios, artigos científicos, ou projetos teóricos. As etapas do IDDS vão do entendimento e do envolvimento da comunidade local; da busca de soluções e ideias; da criação e implantação através do desenvolvimento de protótipos práticos; até a estimativa do impacto social que essa ideia deverá trazer para a comunidade. Tudo isso para que a iniciativa criada esteja o mais próximo da realidade possível.

Quase metade dos participantes são estudantes, que interagem com profissionais com experiência em campo. No primeiro grupo que aconteceu no MIT, nos EUA, em 2007, se encontraram 50 pessoas de 16 países incluindo Haiti, Paquistão, Tibete, Guatemala, Gana, Zambia e República Democrática do Congo. Tanta diversidade de culturas, formações e idades, reunida por um propósito comum (melhorar a vida de pessoas em situação de pobreza) gerou projetos como o refrigerador de baixo custo, e a luz biológica (uma luz doméstica alimentada por micróbios no solo). Dá pra conhecer muitos dos projetos já desenvolvidos nestes anos de IDDS nesta seção, dedicada a explicar os protótipos realizados pelos grupos.

Desde 2009 os encontros deixaram de acontecer no MIT, nos EUA, e passaram a ir onde realmente uma verdadeira imersão no problema acontece: em zonas de pobreza. O cenário que vinha sendo escolhido, desde então, eram as comunidades de Gana, na África.Porém em 2012, será a vez do Brasil. A edição deste ano ocorre pela primeira vez no nosso país, e está sendo organizada em uma parceria entre MIT, USP e ITA. Outro fato inédito nesta edição é o foco urbano, ao contrário do acontecia nas comunidades de Gana. O objetivo será desenvolver soluções acessíveis que gerem um efeito positivo no ambiente da cidade e na qualidade de vida dos habitantes que vivem na pobreza, principalmente em favelas ao redor de São Paulo, onde os grupos estarão presentes.

Na página do Facebook IDDS Brasil dá para ver a cobertura do evento do ano passado, que aconteceu em Gana, e acompanhar a edição deste ano, no Brasil.

Se você curtiu a ideia e gostaria de fazer parte, mas não conseguiu se inscrever, poderá participar do Evento de Abertura (mais infos aqui). É gratuito, será no dia 02 de Julho (segunda-feira), das 9h às 16h30, em São Paulo, no Auditório Azul da EACH, USP Leste.

Não perca essa oportunidade de deixar você também sua pegada! :)

Comentários

Harvard e MIT anunciam plataforma de educação open source

4 de May de 2012
edx

Duas das melhores universidades do mundo, Harvard e MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), acabam de anunciar uma parceria na criação de uma plataforma de educação online, chamada edX. A meta dessas é criar uma comunidade global de estudantes online melhorando a educação de todos.

“O edX é uma oportunidade para melhorar a educação, criando um novo caminho para milhões de alunos em todo o mundo”, afirmou em nota a reitora do MIT, Susan Hockfield.

Algo novo, inovador e ousado, que pode revolucionar o segmento da educação mundial. As universidades ressaltaram no lançamento da plataforma que a ideia não é substituir a educação presencial pelo ensino à distância, mas complementá-lo

Até agora o que sabemos, é que a plataforma será open source, com o ensino projetado para a internet. A ideia é que os alunos tenham ritmo próprio de aprendizagem, grupos de discussão online, aprendizagem colaborativa, avaliação do progresso do aluno durante os módulos e, laboratórios online.

A lista de cursos será anunciada nos próximos meses, e as aulas devem começar a partir do próximo semestre.

Assista o vídeo de divulgação da plataforma:

Assista a conferência realizada com a imprensa para divulgação do edX:

Para seguir o canal do edX no YouTube e ficar atento às próximas novidades, clique aqui.

Nós estamos super ansiosas para começar a fazer os cursos disponibilizados, afinal, uma oportunidade dessas ninguém pode perder, né!?

Comentários

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca