Vídeo | Como gerar boas ideias

25 de August de 2012

E para um sábado inspirador… Assista o vídeo de animação da agencia Column Five sobre como gerar boas ideias. :)

Comentários

Teatro Cego

24 de August de 2012
580036_401845763215365_581569814_n

O que você enxerga quando não vê?

Uma proposta um tanto quanto inusitada, consituida por um elenco de 5 atores profissionais, sendo 3 com deficiencia visual, irá mexer com os seus sentidos!

O teatro é inteiramente explorado pelo grupo,  que  deixa a plateia totalmente as escuras, causando uma sensação única, capaz de  despertar  várias emoções. Os espectadores, alem de ouvir a história interpretada pelos atores, contam com efeitos musicais, sentem cheiros, são tocados e ouvem sons diferenciados.  A platéia o tempo todo é totalmente sugestionada pelo talentoso grupo de atores, num ambiente visualmente inexplorado.

Com o texto de Nelson Rodrigues, extraído do livro A Vida como ela é, a peça recebe o nome de O Grande Viúvo, onde um homem, inconformado com a morte da mulher, anuncia à família que também quer morrer e ser enterrado ao lado dela. Para evitar a tragédia cria-se uma rede de calúnias contra a falecida, sempre com um final inesperado como nas histórias do dramaturgo. A proposta da peça é criar um ambiente diferente no teatro brasileiro e, possivelmente, abrir uma nova frente de trabalho para atores, produtores e técnicos. O formato surgiu em 1991, na cidade de Córdoba, na Argentina, e atualmente está em cartaz em Buenos Aires.

Apesar da nova temporada ter a estréia programada para o dia 01 de setembro, sugerimos que comprem seus ingressos antecipadamente para viver essa gostosa experiência.

Local:  Sala Crisantempo na Rua Fidalga, 521, adquira seus ingressos aqui.

Conheça o projeto http://www.teatrocego.com.br

Comentários

III Mostra 3M de Arte Digital

17 de August de 2012
e-convite_abertura

E como hoje é sexta-feira, é dia de inspiração e de garantir a programação criativa para o final de semana!!!

Começou esta semana a III Mostra 3M de Arte Digital, que conta com a participação de 15 artistas expondo seus trabalhos, tendo como tema central o uso criativo das tecnologias, com curadoria de Giselle Beiguelman.

Giselle chama o conceito da mostra de Tecnofagias, definindo este conceito como o encontro entre a ciência de ponta e a ciência de garagem, e explica ainda a mostra como  “um conjunto de criadores, que celebram as possibilidades em aberto do século 21 por meio de ações que devoram as tecnologias para devolvê-las ao coletivo como projetos de uma nova estética.”

No vídeo abaixo é possível entender um pouco mais, da própria Giselle, o que é Arte Digital:

 

Para conhecer um pouco mais dos 15 artistas que compõe a mostra, é só clicar na imagem abaixo:

 

Além da exposição, acontecerão também nos dias 18.08 e 01.09, das 17h às 20h, um projeto especial chamado Praia de Paulista, onde será projetado na parte externa do local da exposição um remix do filme  Terra em Transe, de Glauber Rocha. O público poderá assistir tudo de cadeiras de praia e ao final rolará conversas com críticos, pipoca e, como em toda boa praia, cervejinha. ;)

 

III Mostra de Arte Digital 3M

Quando: 15/08 a 16/09 (Terça a Domingo, das 11h às 20h)

Onde: Instituto Tomie Ohtake – (Av. Faria Lima, 201 – entrada pela rua Coropés  – Pinheiros, São Paulo – SP)

$$$: Entrada Gratuita

http://www.mostradeartedigital.com.br/

Comentários

Inspire-se com o mágico do cinema!

10 de August de 2012
Captura de Tela 2012-08-09 às 23.18.12

Thank God It’s Friday!!!! :)

E como nos propomos a trazer mais inspiração para as sextas-feiras, hoje é dia de falar de coisa legal para programar o fim de semana. E dessa vez fomos buscar a magia do cinema, ou melhor, O mágico do cinema, Georges Méliès para trazer aqui!

 

 

Nunca ouviu falar de Méliès??? E do filme, ganhador de 5 Oscars, A Invenção de Hugo Cabret? Pois é, Georges Méliès é a central do filme onde o diretor Martin Scorsese faz uma homenagem ao início da era dos cenários mágicos e efeitos especiais introduzidos por Méliès no cinema.

O mágico do cinema, também conhecido como pai dos efeitos especiais, Méliès (1861-1938) atuava como mágico, diretor teatral, cenógrafo, ator, técnico e produtor. Ele é um dos grandes responsáveis por trazer ao mundo do cinema, antes quase exclusivamente terra dos documentários, o lado dos sonhos através da ficção.

Já deu para entender quem foi Georges Méliès e a sua importância para o cinema, né?! Imagina quantas coisas legais devem ter sobre a vida deste mágico cineasta para serem expostas? Pois é… são tantas coisas que o Museu da Imagem e do Som está recebendo a exposição Georges Méliès, o mágico do cinema que é dividida em seis diferentes seções contando a trajetória do artista e suas invenções. São objetos, cartazes, desenhos, figurinos, fotografias e documentos originais do artista retratando a carreira e a vida deste artista.

Mas se como a gente você gosta de programas culturais mais movimentados e interativos, você não pode perder a Instalação Méliès. Essa instalação permite nada mais, nada menos, do que você (e até mais sete amigos)  criar filmes em stop motion com cenários baseados nas obras do cineasta.  Vestir figurinos, ajustar os cenários, adaptar o roteiro, ensaiar, eeeee… gravando! Já pensou fazer algo como o clássico Viagem à Lua, de 1902?

 

 

 

O participante pode escolher entre quatro narrativas e cenários: De volta à pré-história; Exploração do espaço; A chegada do submarino; e Movimento planetário.  É possível manipular recursos cenográficos e efeitos especiais semelhantes aos truques utilizados por Méliès, como o aparecimento e desaparecimento de objetos e pessoas e a mudança de tamanho de elementos da narrativa. Na seção Videoteca, do hot site próprio da exposição, dá para ver os vídeos de quem já visitou a instalação.

O museu também realizará projeções de onze de seus filmes em algumas das paredes incluindo uma projeção especial do clássico Viagem à Lua (publicado acima) dentro de uma nave espacial inspirada no filme, criada com exclusividade pelo MIS.

É um programa para se inspirar, testar sua criatividade, e suas habilidades como cineasta! ;)

 

Exposição Georges Méliès, o mágico do cinema
Quando: 04/07 a 16/09
Horário de visitação: terças a sextas, das 12h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
Local: Museu da Imagem e Som – exposições 1º andar / Espaço Expositivo 2º andar
Quanto: R$4 (inteira) e R$2 (meia) | Entrada gratuita às terças

Instalação: ingresso R$ 10, a ser comprado com antecedência e com horário marcado pelo site ingresso rápido.

Comentários

Inspire-se com a cor no espaço e no tempo!

3 de August de 2012
Splash_Top_Daros

Sexta-feira é sempre aquele dia em que chegamos no escritório já pensando na hora de sair (atire a primeira pedra, quem nunca!)! Estamos pensando já no vários programas que teremos pela frente no fim de semana, nos momentos com a família, com o amigos, e naquele tempinho com nós mesmos! Delícia, né?!

E já que a sexta-feira pede esta pegada, decidimos que toda sexta-feira vamos honrar o clima do dia e postar alguma dica de inspiração que já fique valendo para o fim de semana! Pode ser uma exposição, um filme, um teatro, enfim, qualquer interação que tenhamos visto, e principalmente vivenciado e que tenha nos inspirado! Afinal, muito da inovação é inspiração!!!!! É ter uma variedade de experiências e conhecimentos diferentes acumulados para ter AQUELE insight diferente que vai virar o jogo! ;)

E para inaugurar nossos posts inspiradores, vou começar falando de uma exposição que visitei duas semanas atrás e super recomendo:

Carlos Cruz-Diez: A cor no espaço e no tempo.

Como nossa praia não é falar de arte e sim de inovação, não vou nem arriscar comentar a exposição deste ponto de vista! Deixo isso para os entendidos. Mas por que achamos que é uma exposição inspiradora? Vamos lá… primeiro porque é suuuuper colorida! =)

Tudo que tem cor desperta nossos sentidos e nos leva a outros lugares. O Cruz-Diez passou praticamente a vida toda dele estudando as cores e o efeito que ela causa nas pessoas. Esse é outro ponto legal: perceber como ele se coloca no lugar do observador para criar as suas obras! O tempo todo ele está pensando na pessoa que está interagindo e na reação que ele quer causar na pessoa que ali estará (não parada, porque suas obras exigem movimento!). E assim é nos processos de inovação, um eterno exercício de se colocar no lugar no outro, do cliente, do observado; para sentir suas dores, suas necessidades e a partir daí poder criar soluções incríveis.

Indução Cromática 53, 1973.

Outro ponto interessante é que ele quebra o paradigma da estática tão presente em museus onde obra e observador mantém sua distância e não há interação. Na maioria das obras, o efeito e o resultado de cada peça depende única e exclusivamente do trabalho do observador de se mover diante da obra, de um ir e vir diante do quadro enquanto observa as cores e as formas se modificando diante de seus olhos. É divertido ver as pessoas “dançando” na frente de cada marco, pois o movimento é fundamental para que se observe o efeito que o artista criou. O jornal Estadão citou perfeitamente que “no trabalho do artista, a cor deixa de ser ‘elemento fixo’ para transformar-se em ‘acontecimento’ a partir da luz”.

Além dos quadros e obras nos quais você fica em um constante ballet para aproveitar o máximo da experiência das cores se revelando como um passe de mágica diante dos seus olhos, existem duas instalações muito legais onde você faz parte do cenário e fica imerso no jogo de cores e luzes criados pelo artista. Se para você não vale pelo interesse artístico, vale ir, no mínimo, pelas fotos divertidas como as fotos abaixo. :)

Em uma entrevista para o jornal Folha de São Paulo, Cruz-Diez disse: “Fazer com que as pessoas entendessem a cor no espaço me ocupou durante muitos anos (…) estava tentando devolver a vista a uma geração de cegos.”.

E se você gostar do estilo do artista e quiser se aventurar pelos mesmos passos dele, tem até um app para testar suas habilidades:

“Arte é como uma bomba no tempo. Ela explode quando menos se espera e muda comportamentos que pensávamos imutáveis.” – Cruz-Diez

INSPIRE-SE:

Cruz Diez: cor no espaço e no tempo
Local: Pinacoteca do Estado
Endereço: Praça da luz, 2, São Paulo
Data: de 14 de julho a 23 de setembro
Horário: de terça a domingo, das 10h às 18h
Entrada: R$ 6 – grátis aos sábados e às quintas (esta última das 18h às 22h)

 

Comentários

O que realmente te motiva?

12 de March de 2012

Como em toda boa segunda-feira, você já dever ter chegado ao trabalho, está desanimado por que ainda faltam 5 dias para o final de semana, e até deve ter se questionado “o que é que eu estou fazendo aqui?”. Acertamos? Fique calmo, você é normal. :)

O jornalista e escritor Daniel Pink (autor de 2 best sellers: o livro O Cérebro do Futuro e Motivação 3.0) questiona “o que realmente te motiva na empresa onde você trabalha?” e nos leva a pensar que para desenvolver potenciais criativos de pessoas é preciso pensar em novas formas de gestão onde o principal desafio é a inspiração.

Assista o vídeo abaixo, e entenda o que ele está tentando dizer:

Comentários

Que tal marcar um almoço com os amigos em uma cachoeira?

1 de February de 2012

O fim de semana está chegando, e com esses lindos dias de sol que estão fazendo em São Paulo, por que não marcar com os amigos um churrasco em uma cachoeira?!  o/ o/ o/

Gostou da idéia?! Então olha que legal (e bem inovador) a ideia que esse hotel nas Filipinas na província de Quezon, chamado Villa Escudero, teve:

Wow! O.O

 

via Home Designing

Comentários

O que comemos

25 de January de 2012
3494d07cb4bf392c0a340b2416cf8794

Você já deve ter ouvido aquela frase “você é o que você come”, pois é… o fotógrafo Peter Menzel resolveu explorar esse tema entre diversas culturas.

O resultado é o livro “Hungry Planet: What the World Eat”, onde o fotógrafo reuniu fotos dos hábitos alimentares de 30 famílias em 24 países diferentes. A proposta era fotografar tudo o que cada família consumia ao longo de uma semana, registrando quanto elas gastavam, e quantos membros da família se serviam daqueles alimentos.

O resultado, além de um belo trabalho fotográfico, é um rico material para base de estudos antropológicos nos dando uma série de indicadores sobre cada cultura.

Veja, como exemplo, quantas diferenças nas fotos abaixo (clique na foto para ampliar)!!!! Repare na quantidade de alimentos frescos versus industrializados; na presença de bebidas alcoólicas; na ausência de carnes… e claro, faça as comparações mais gritantes! Por exemplo, a família de 4 pessoas na Alemanha que gasta US$ 500 por semana e tem uma mesa farta de carnes, bebidas, e produtos indrustrializados; e a família de Mali, com 15 membros, que sobrevive em uma semana com apenas US$ 26,39 e uma dieta composta em grande parte de grãos. Mas curiosamente, a família de Mali que parece passar maiores dificuldades também está muito mais sorridente e feliz na foto, do que a família Alemã… pois é… essas fotos podem nos mostrar muito além do que a quantidade de comida de cada família!

Para ver mais fotos deste projeto você pode entrar no hypeness, que é um blog que gostamos bastante, ou também no site da TIME .

Pelo visto, se você não é o que você come, pelo menos o que você come diz muito bem quem você é! ;)

Comentários

As ideias que mudaram o mundo

5 de January de 2012
1009_ids_reciclagem_f_003

Como observou Thomas Edison, a maioria das invenções é resultado de muito trabalho. Mas, sem uma boa ideia, as grandes descobertas jamais teriam acontecido. As nossas vidas seriam diferentes, pois elas mudaram nossa forma de viver, de pensar e de nos relacionar, mudando os rumos da história da humanidade.

Selecionamos algumas ideias que mudaram o mundo para nos inspirarmos e lembrarmos que todos nós somos capazes de criar algo que possa alterar o rumo da história. #sonhogrande

 

Lâmpada elétrica – A descoberta da eletricidade deu início a uma disputa para projetar lâmpadas elétricas pequenas e seguras para o uso doméstico. E foi assim que Thomas Edison, em 1881, mudou nossas vidas.

Microscópio – Mostra detalhes que são invisíveis a olho nú e é considerado um dos instrumentos científicos mais úteis até hoje. Essa invenção (por Hans e Zacharias Jassen no século 16) promoveu a descoberta das células e dos microorganismos, revelando segredos que acercam a vida, morte e doenças.

Garrafa PET – Muito mais leve do que o vidro e praticamente inquebrável. (por Nathaniel Wyeth em 1973)

Internet – Sério, o que seria de nós sem ela?! – Criada com o propósito de compartilhar descobertas científicas no Centro Europeu de Pesquisa Nuclear, por Tim Berners-Lee em 1989. O.o

 

Laser, Nylon, Telefone, Raio X, Elevador, Roda, Relógio, Guindaste (wow!), Prensa tipográfica, Descarga, Bateria, Rádio, Avião, Cartão de Crédito, Velcro, Navios, Metrô, Bússola, Caneta, Walkman, Skate, Jeans, Violão…

A lista é bem grande… Poderíamos ficar aqui falando, falando, falando, falando, falando… mas aí o post ia ficar grande e chato. Então, temos uma recomendação de leitura para continuar o assunto: Ideias Que Revolucionaram o Mundo, editora Publifolha.

Ou então, comenta aí! Na sua opinião, qual foi a melhor ideia que mudou o seu mundo?

 

 

“O gênio consiste em 1% de inspiração e 99% de transpiração.” –  Thomas Edison #quoteoftheday

Comentários
Pages:12»

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca