Será o celular do futuro?

12 de September de 2013

Será o celular do futuro ou deveria ainda ser o celular do agora?

Quando assistimos ao vídeo da proposta do Phone Blocks, no início parece algo muito tecnológico e futurista. Porém, ao passar o choque inicial da grande ideia, pensamos “ei, peraí, por que as empresas ainda não fazem desse jeito?”.

 

pb1

 

Tudo o que é proposto para esse aparelho modular, customizável e não descartável é possível de ser realizado. O grande desafio vem na segunda parte do vídeo. O modelo de negócio desta ideia genial.

Afinal, por que empresas como a Apple e a Samsung iriam querer parar de lançar aparelhos novos a cada ano e nos levar a achar nossa tecnologia obsoleta e trocar o aparelho todo por causa de uma nova funcionalidade?

É aí que vem a explicação do projeto. Um movimento colaborativo, mundial – crowdspeaking – clamando para que as empresas parem e olhem para este projeto e comecem a trabalhar juntas para construir algo assim. E ao invés de apenas vender celulares novos a cada ano, muda-se totalmente o modelo de negócios e as empresas começam a comercializar as peças modulares para que você possa customizar e atualizar o que achar necessário no seu aparelho.

 

pb2

 

É um projeto ambicioso, grande, audacioso, mas que combina com o momento onde cada vez mais pessoas optam por um consumo consciente (leia mais sobre simplicidade voluntária), e estão em busca de produtos que representem o não desperdício de recursos – e do nosso dinheiro (um exemplo de produto lançado recentemente seguindo este pensamento é a linha Sou da Natura).

O vídeo abaixo explica a ideia completa do Phone Blocks. Mas um alerta: é possível que você passe a não olhar para o seu celular com os mesmos olhos. =] #phoneblocks

 

Comentários

Pão de Açúcar anuncia sistema de pagamentos de compra via celular

18 de April de 2012

A partir de maio, a rede de supermercados Pão de Açúcar colocará em teste um sistema de pagamentos de compra via celular. O sistema é uma parceira com o Banco Itaú Unibanco e, portanto, em um primeiro momento, apenas clientes Itaucard terão acesso ao serviço.

Os clientes poderão fazer as compras no próprio supermercado ou até mesmo remotamente autorizando outra pessoa a comprar em seu lugar. Por enquanto só alguns pontos vão receber essa novidade, mas se der certo, todas as lojas vão receber a nova tecnologia.

Inspirados na ação feita pela Homeplay, marca da Tesco para a Coreia do Sul, vencedora do prêmio em Cannes de 2011, o grupo Pão de Açúcar também anunciou o estudo sobre a instalação de vitrines virtuais em locais públicos de grande circulação.

Assista o vídeo da ação da Homeplay para entender como funciona:

As compras são realizadas por qualquer pessoa que tenha um smartphone e entregues em casa, sem que ela precise ir até o supermercado.

Comentários

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca