POP | Prototyping on Paper

27 de May de 2013

Uma das fases mais importantes no processo de inovação, é a prototipagem (ou prototipação). Essa é a forma mais rápida, fácil, e barata de testar se uma ideia funciona ou não, e realizar ajustes antes de seu desenvolvimento e lançamento no mercado.

Sempre falamos sobre prototipação por aqui (para entender mais sobre prototipação) e já mostramos vários exemplos de como realizar protótipos em papel, principalmente para atender a criação de aplicativos e interfaces tecnológicas para os usuários (leia mais sobre prototipação em papel).

Para quem faz prototipação em papel ou quer experimentar esse processo, encontramos o aplicativo perfeito: o POP – Prototyping on Paper.

 

popapp

.

Funciona assim: você faz suas telas e seu protótipo em papel, fotografa cada tela, aplica os links para simular botões, e pronto! É só colocar a simulação para rodar e compartilhar com os usuários para teste.

Por enquanto, o aplicativo é gratuito e oferece 5 projetos para ser desenvolvido sem custo. Depois disso, se gostar do aplicativo e quiser continuar o uso, o aplicativo vai oferecer opções de planos.

Até agora, nos projetos que testamos, achamos bem bacana!

Vamos continuar procurando e testando aplicativos que facilitem essa etapa importante nos projetos de inovação, e compartilhando por aqui. Afinal, o importante é testar, testar, e testar! ;)

 

*Quer aprender a prototipar? A Take a Tip possui um treinamento chamado Laboratório de Prototipação. Para saber mais entre em contato takeatip@takeatip.com.br.

Comentários

Google e suas (várias) novidades

16 de May de 2013

Está rolando o encontro anual de desenvolvedores do Google, o  I/O . E como sempre acontece neste evento, são apresentadas as novidades da empresa.

E dessa vez eles capricharam e apresentaram, no primeiro dia, muitas novidades em vários de seus produtos!

Para facilitar, aqui vai um resumo das principais novidades:

.

– Google Wallet: em funcionamento nos EUA desde 2011, para a realização de pagamentos através de um app nos smartphones, o Google Wallet ganha funções agora no Gmail. Em alguns meses será possível enviar e receber $$$ pelo email. Assim como você anexa uma foto ou um arquivo, você vai poder anexar dinheiro ao seu email. O dinheiro será debitado do cartão de crédito ou débito cadastrado na sua carteira virtual. A taxa de administração será de 2,9% por operação. Assista o vídeo demonstrativo:

.

.

– Google Play Music All Access: enquanto serviços de streaming musical vem crescendo como o Spotify e chamando a atenção como Superplayer, o Google não poderia ficar de fora. E claro que a solução deles teria que ser no mínimo genial. Imagine você ouvir uma música que você adora, uma única música, e a partir desta única música toda uma rádio é formada utilizando todos os dados que o Google tem sobre os seus gostos e preferências. O usuário ainda pode adicionar músicas que já tem, refinando a lista do Google. O serviço foi anunciado com o preço de US$ 9,99/mês nos Estados Unidos, podendo ser testado por 30 dias de graça.

all-access

.

– Google+: nova cara e 41 novas funções (0.O). Nã0 descobrimos ainda todas as 41 novas funções mas pelo que vimos, a cara nova ficou bem legal dividindo a timeline por colunas. Lembra até o (quase esquecido) Pinterest. E falando em Pinterest, o Google Plus traz vários filtros e recursos de edição de foto (falaram até de ser o fim do Photoshop – exagerados!), além de fazer uma seleção e priorização das fotos que ele considera serem mais importantes e com melhor qualidade para terem destaque na rede. O Hangouts agora tornou-se o serviço integrado de mensagens do Google, independente, ganhando versão em aplicativo (já disponível para download).

.

.

– Google Maps: apesar do Waze estar conquistando muitos usuários, principalmente em São Paulo, o Google Maps continua sendo o queridinho. E até por isso mereceu destaque no evento, apresentando suas mudanças e a maior atualização desde seu lançamento há 8 anos. O Maps agora passa a ser mais recomendação do que apenas busca. Ao invés de apontar diretamente um endereço ele passa a cruzar informações com recomendações de usuários do G+, com endereços mais buscados, e outras informações para gerar uma busca mais precisa, personalizada, adicionando valor à busca do usuário. Além de mudanças de usabilidade, como por exemplo, agora o mapa ocupa a tela toda do navegador, entre outras alterações.

.

– Google (buscas): “É o fim das buscas como as conhecemos”, disse Amit Singhal, vice-presidente sênior e engenheiro de software do Google.  São três pilares que justificam essa afirmação: “respostas”, “conversa” e “antecipação”. “Respostas”: você pergunta, o Google responde. Ao invés de trazer milhares de links com referências e suas palavras, o Google trará a resposta da sua pergunta. E além de responder sua pergunta ele vai “Antecipar” outras perguntas possíveis sobre o mesmo tema e já trazer essas informações (hum… isso me lembra o WolframAlpha).  “Conversas”: buscas por comando de voz. Além disso, recursos integrarão a busca ao Google Now, que agora terá funções similares ao Siri, da Apple (como por exemplo, adicionar compromissos ao calendário conectando ao mapa e aos seus contatos).

.

Ufa! Resumindo, essas foram as principais novidades anunciadas no primeiro dia do encontro anual com desenvolvedores do Google. Se quiser ver uma cobertura completa do evento, dê uma olhada na do Olhar Digital, que acompanhou minuto a minuto. ;)

Comentários

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca