Será o fim dos canteiros de obra? | 3D Printer

30 de October de 2013
contour-crafting-3d-printers

Já falamos por aqui sobre o impacto que as impressoras 3D devem trazer para as indústrias e o comércio em geral. Mas agora, o que estamos trazendo aqui é algo que nos deixa maravilhadas e ao mesmo tempo ansiosas quanto ao impacto desta tecnologia.

Imagine uma impressora 3D gigante que pode imprimir paredes de concreto. E você programa um desenho de uma casa completa e ela “imprime” essa casa, parede a parede, linhas retas e curvas, em apenas 20 horas. E não só as paredes, ela também pode construir o sistema de encanamentos, parte elétrica e, claro, pintar a casa toda.

E se, além de poder fazer tudo isso em tão pouco tempo, também fosse possível ter uma economia de 25% a 30% dos materiais gastos na obra, gerar uma menor emissão de CO2 e gastar menos energia?

 

Captura de Tela 2013-10-29 às 14.34.00

 

Parece surreal, não? Mas já é possível!

Behrokh Khoshnevis, diretor do Programa de Graduação de Engenharia de Produção da Universidade da Carolina do Sul, apresentou em um TED talk, na Califórnia, o inovador processo chamado de  Contour Crafting, que utiliza a tecnologia de impressoras 3D para construção de casas inteiras.

Assista ao vídeo:

Essa tecnologia disponível no mercado e em larga escala poderia construir bairros inteiros em poucos dias, resolvendo problemas de falta de habitação e pobreza, de muitas regiões.

Por outro lado, com certeza o impacto para os trabalhadores da construção civil seria grande, já que o número de pessoas necessárias para a obra é bem menor.

Vamos aguardar ansiosas para ver como as coisas irão fluir. Welcome, Future! ;)

Comentários

E aí o MIT desenvolve o M-Blocks e muda tudo

10 de October de 2013
m-blocks

Mais uma descoberta científica (ou mecatrônica, por melhor dizer) que me deixa eufórica só de pensar sobre o potencial que isso tem para um futuro não muito distante.

Falando em uma linguagem simples e popular, o que o pessoal do MIT conseguiu desta vez, foi desenvolver uma tecnologia que faz com que esses quadradinhos da foto acima consigam se agrupar de diferentes formas para compor estruturas variadas a fim de exercer algum tipo de comando. Essa tecnologia já vinha sendo estudada há anos, mas ninguém conseguiu fazer algo tão simples como o M-Blocks do MIT.

Então, na prática (sendo bem simplista), você teria esses quadradinhos em casa e quando precisasse de uma… mesa! Você daria o comando e eles automaticamente se agrupariam para formar uma mesa. (ou uma escada, ou um banco, etc.). Brilhante, não?!

 

20131002171653-2

 

Ok! Mas eles não desenvolveram isso pensando em criar mesas, certo?!
Certo! A ideia é pegar essa tecnologia e fazer não só em quadradinhos para formar utilidades domésticas e decorativas, mas sim aplicar em outras formas pra que seja possível fazer um robô mutante. (Tipo Transformers ou como no Terminator de Arnold Schwarzenegger, que muda de forma conforme a necessidade da tarefa a ser executada).
[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=6aZbJS6LZbs]
Pensem no potencial disso se acoplassem câmeras, garras, luzes, objetos de manobra, etc. Ou até mesmo em escalas nanométricas! O uso seria quase que ilimitado: reparos de infra-estruturas, andaimes, móveis, cirurgias, e muito mais!
Aaaah, o futuro…
Comentários

Cientistas conseguem gravar sonhos!

11 de June de 2013
neuron-connection-wallpaper

Conteúdo de grande interesse durante o surgimento da psicanálise, o campo de estudo dos sonhos deixou de ser o queridinho para muitos dos cientistas de hoje, devido sua difícil exploração.

Mas um grupo de cientistas japoneses do Instituto de Ciência e Tecnologias, na cidade de Nara, resolveu abraçar essa área de estudos. Eles decidiram investir tempo e dedicação na tarefa de tornar possível o ato de registrar através de imagens os sonhos de qualquer pessoa.

Ilustração do processo de registro de sonhos no estudo dos cientistas japoneses.

Ilustração do processo de registro de sonhos no estudo dos cientistas japoneses.

 

Para quê? O poder desta façanha é tão grande quanto inimaginável. Tente imaginar o que a CIA ou FBI não fariam por uma tecnologia que torna possível saber o que mentes como as de grandes líderes políticos, inimigos do estado, e qualquer ser humano comum sonham. De sonhos eróticos que poderiam colocar um presidente em uma delicada posição, a sonhos com segredos de guerra para entregar planos de inimigos.

Enfim, para outros campos comuns poderia auxiliar no tratamento de traumas e experiências desagradáveis, além de auxiliar no diagnóstico e tratamento de diversos quadros de transtornos psicológicos/psiquiátricos.

Em busca de tornar tantas possibilidades reais, o grupo de cientistas japoneses adotou o seguinte experimento, baseado no mesmo modelo de aprendizagem de máquinas utilizado em automação industrial, no processo de identificação de produtos em uma linha de montagem:

1. Através de exames de ressonância magnética funcional (MRI) registraram os padrões de atividade no cérebro durante os primeiros estágios de sono (estágio pré-REM);

2. Os voluntários eram acordados durante as fases iniciais do sono e contavam com o que estavam sonhando;

3. Os cientistas analisavam as ondas cerebrais durante o sono e comparavam com os relatos verbais dos sonhadores percebendo que haviam similaridades quando diferentes sonhadores relatavam os mesmos objetos;

4. Criou-se um banco de dados com as respostas dos voluntários e as respectivas ondas registradas pelo MRI;

 

lendo-sonhos


A leitura dos sonhos se mostrou muito precisa para alguns tipos de objetos e características desses objetos. [Imagem: Horikawa et al./Science]

 

5. Finalizando o experimento, os cientistas criaram um algoritmo baseado no banco de dados do estudo, interpretando diretamente os sinais do exame neurológico e indicando os objetos ou categoria de assuntos (alimentação, livro, pessoas, móveis, veículos…) com os quais os voluntários estavam sonhando.

Assim, a partir das ondas cerebrais mapeadas nas ressonâncias magnéticas, uma busca cruza “ondas cerebrais X imagens sonhadas” possibilitando o registro do conteúdo das imagens visuais durante o sono.

Difícil de entender?! A animação abaixo explica o experimento de forma bem mais visual:

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=wgxJhpLoFFU]

 

Imagine um dia poder comprar um gravador de sonhos para ter em casa? Assim, quando você disser expressões como “quero o casamento dos meus sonhos”, poderá pegar um vídeo no seu acervo de sonhos e mostrar exatamente para as outras pessoas o que seria o “casamento dos seus sonhos”, literalmente. =]

Comentários

Openarch, o protótipo da casa do futuro

14 de May de 2013
open-arch-house-of-the-future

O conceito apresentado no protótipo chamado Openarch, não é nada novo: paredes touchscreen e a tendência de que as novas tecnologias devam ser invisíveis, parte do dia a dia, de uma forma natural. Já vimos isso em outros vídeos e documentários como os vídeos conceito da Microsoft e O Mundo do Futuro do Discovery Channel (em breve vamos escrever um post sobre esta série).

 

 

O projeto está sendo desenvolvido há 4 anos pela agência espanhola Think Big Factory, e tem atualmente cerca de 40% concluído.

A ideia é substituir os teclados e controles remotos que utilizamos hoje. Através de movimentos com as mãos (viva o Kinect!), será possível controlar as luzes, ligar eletrodomésticos, musica, Skype, etc.

O legal deste projeto é que ele está sendo prototipado em um apartamento real. O espaço é como se fosse um laboratório de testes, onde empresas, artistas e organizações podem avaliar seus produtos e serviços através da estrutura e interação dos habitantes da casa.

open-arch-headline-600x250-600x250

Nada novo, mas vale a pena assistir para ter ideias… muitas ideias! E se você for uma empresa da Espanha, é valido entrar em contato com eles para testar seu produto dentro desta nova realidade. :D

 

*Quer aprender a prototipar? A Take a Tip possui um treinamento chamado Laboratório de Prototipação. Para saber mais entre em contato takeatip@takeatip.com.br.

Comentários

Museu do Amanhã

1 de April de 2013
Imagem1

Em 2014, a região do Píer Mauá, na cidade do Rio de Janeiro, irá ganhar o Museu do Amanhã.

A construção, que faz parte do projeto de revitalização do porto, tem a arquitetura assinada pelo espanhol Santiago Calatrava, e irá permitir ao visitante explorar como as coisas serão nos próximos 50 anos, nos campos da matéria, da vida e do pensamento, além de debater questões como mudanças climáticas, crescimento e envelhecimento da população, integração global, entre outros.

 

museu

E o compromisso do museu com o amanhã já começa com a sua preocupação com o meio ambiente realizando um projeto de arquitetura sustentável. A construção está utilizando materiais reciclados, o telhado está sendo projetado para conter placas de captação de energia solar, e estão sendo desenvolvidos sistemas para captação de recursos naturais da região como, por exemplo, a utilização da água da Baía de Guanabara para a climatização do interior do Museu.

O curador do museu será o físico e doutor em cosmologia Luiz Alberto Oliveira, que terá a missão de estimular nos visitantes uma reflexão sobre o passado, o presente e o futuro através da ciência. Para isso ele contará com instalações interativas; cenários;  jogos audiovisuais; exposições permanentes; uma sala com mostras temporárias; um Centro de Referência do Profissional do Amanhã, onde serão ministrados cursos e palestras; e o Observatório do Amanhã, uma sala dedicada a apresentar os resultados das últimas pesquisas científicas e sociais realizadas ao redor do mundo.

 [youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=pU2A9Fq3XQs]

 Nós, que adoramos ficar imaginando como será o futuro, estamos super ansiosas pela inauguração deste projeto inovador! E você? :)

Comentários

Visão sobre a realidade aumentada do futuro

4 de September de 2012
sight

Oba! Adoramos vídeos que apresentam diferentes visões de como será a tecnologia no futuro.

Esse foi feito por Eran May-raz e Daniel Lazo e aborda a questão da realidade aumentada. Enjoy.

Comentários

Kenguru – Traduzindo a necessidade do cliente

31 de August de 2012
kenguru_cars_6

Olá!

Estava eu estes dias acompanhando o blog do Sebrae, quando  me deparei com esta solução e não resisti em postar aqui para vocês conhecerem! Volta  e meia nós falamos aqui em metodologias e ferramentas que proporcionam uma aproximação  com o cliente para tangibilizar soluções que realmente sejam agregadoras de valor, confesso que embora as ferramentas nos auxiliem são poucas as empresas que conseguem desenvolver produtos totalmente focado na necessidade do cliente. A Kenguru foi brilhante nesta solução que aqui apresentamos!

Estamos falando de um veículo totalmente customizado para clientes cadeirantes! Trata-se do primeiro veículo elétrico projetado especificamente para ser conduzido por cadeirantes, sem necessitar sair da cadeira de rodas! O acesso é feito pela porta traseira , que se abre com uma rampa e a direção é similar ao estilo guiador utilizado nas motos.  Sim simples assim, rompendo um paradigma de acesso ao veículo, conseguiram resolver o problema enfrentado por muita gente!  Assistam o vídeo, ele vale mais que mil palavras! Adorei! ;-)

 

[youtube=http://youtu.be/OW80WMe5uTk]

 

Comentários

Por viagens de carro mais divertidas!

26 de August de 2012
gm-woo

Sabe aquelas longas viagens de carro, onde você está de passageiro e fica olhando a vista pela janela e imaginando mil coisas para interagir com a paisagem muitas vezes entediante? Pois é, se depender do pessoal da GM essas viagens chatas estão com os dias contados.

Em um desafio para o pessoal do FUTURE LAB da Bezalel Academy of Art and Design de Israel, a General Motors pediu para que os estudantes criassem um conceito de novos meios para auxiliar passageiros dos assentos traseiros, especialmente as crianças, a terem uma experiência mais rica nas pistas. 

Batizado de WOO (The Windows of Opportunity), o conceito apresentado promete transformar as viagens chatas em diversão pura! Para isso eles apresentam uma série de features como, por exemplo, o Otto, um personagem animado que reage ao toque e se utiliza de elementos da vista externa para a criação de jogos; e o Pound, um aplicativo que te permite seguir outros passageiros de outros carros, possibilitando a troca de mensagens, músicas, e arquivos.

Para demonstrar todas as funções, os estudantes criaram protótipos com portas e janelas, utilizando sensores tecnológicos ópticos e de movimento desenvolvidos pela EyeClick que transformaram os vidros padrões das janelas em superfícies multi-touch e sensíveis aos gestos.

Mas como no mundo dificilmente algo seja 100% original, quando assistimos ao vídeo incrível do pessoal da Bezalel+GM, nos lembramos de um vídeo que vimos há muito tempo atrás da Toyota também trazendo um conceito de janela interativa para as viagens de carro do futuro, chamado de “Window to the world”.

E aí? Qual dos dois conceitos você gostaria de ter agora no seu carro? Chega logo futuro!!! ;)

Comentários

A visão de futuro das crianças pela Microsoft Advertising

4 de July de 2012
1280-the-kids-are-alright-future-microsoft

Recentemente, vimos um post da nossa querida colega Paula Rizzo, no blog Update or Die,  sobre uma propaganda criada pela agência Two Fifteen McCann  que mostra as diversas inovações que vêm sendo criadas pela Microsoft através da visão de futuro das crianças. Achamos que valia compartilhar com vocês. :D

[youtube=http://youtu.be/OoDcZOQHNlw]

(mais uma vez: futuro, chega logo por favor! rs)

Comentários

Miguel Nicolelis separa a mente do corpo

3 de July de 2012
Miguel Nicolelis 1

Adoramos cientistas e estudiosos que desafiam a história e a ciência, e criam teorias “malucas” (ou não), deixando nossas imaginações borbulharem de ideias e pensamentos.  Já falamos sobre o Neil Harbisson, Michio Kaku, Neil deGrasse Tyson, Sugata Mitra… e hoje é a vez de Miguel Nicolelis.

Miguel Angelo Laporta Nicolelis, nascido em 1961, especialista em neurociência, brasileiro e considerado um dos 20 cientistas mais importantes do mundo pela revista Scientific American. Entre seus grandes desafios, está a integração do cérebro humano com as máquinas, tendo como objetivo desenvolver próteses neurais para a reabilitação de pacientes que sofrem de paralisia corporal.

Tive a oportunidade de assistir a uma palestra do Nicolelis no ano passado. Fiquei arrepiada ao saber dos resultados de suas pesquisas. O cara é tão bom, que foi aplaudido por cerca de 5 minutos pelo público que ficou até de pé.

Durante a palestra ele apresentou seu projeto, 100% brasileiro, de criar o Instituto Internacional de Neurociência em Natal (fantástico, por sinal) e também falou sobre seus planos de separar a mente do corpo e fazer com que ela seja integrada à máquinas. Mostrou uma série de experiências feitas com macacos que já conseguem movimentar braços mecânicos e até um robô remotamente (que estava no Japão) por meio de sinais enviados pelo cérebro.

Assista aqui alguns vídeos que o cientista apresentou na palestra:

[youtube=http://youtu.be/PTVVYYxY9Cs]

[youtube=http://youtu.be/SSaBOd4pQpM]

Reflexão: agora, vem cá… se isso der certo mesmo (e sim, vai dar!) e começar a ser comercializado, imaginem só, do que seremos capazes!!! O.O

O cientista contou que, na abertura da Copa de 2014, um deficiente físico irá, pela primeira vez na história do mundo, caminhar até o centro do campo com pernas robóticas para mostrar que o Brasil é o pais da ciência. (#goosebumps)

O blog TecMundo postou um texto super legal explicando os estudos de Miguel Nicolelis, que vale a pena ler.

E se você tiver um tempinho, também vale MUITO a pena dar uma zapeada pelos vídeos no YouTube de entrevistas com o Nicolelis.

Comentários
Pages:12»

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca