Google e suas (várias) novidades

16 de May de 2013

Está rolando o encontro anual de desenvolvedores do Google, o  I/O . E como sempre acontece neste evento, são apresentadas as novidades da empresa.

E dessa vez eles capricharam e apresentaram, no primeiro dia, muitas novidades em vários de seus produtos!

Para facilitar, aqui vai um resumo das principais novidades:

.

– Google Wallet: em funcionamento nos EUA desde 2011, para a realização de pagamentos através de um app nos smartphones, o Google Wallet ganha funções agora no Gmail. Em alguns meses será possível enviar e receber $$$ pelo email. Assim como você anexa uma foto ou um arquivo, você vai poder anexar dinheiro ao seu email. O dinheiro será debitado do cartão de crédito ou débito cadastrado na sua carteira virtual. A taxa de administração será de 2,9% por operação. Assista o vídeo demonstrativo:

.

.

– Google Play Music All Access: enquanto serviços de streaming musical vem crescendo como o Spotify e chamando a atenção como Superplayer, o Google não poderia ficar de fora. E claro que a solução deles teria que ser no mínimo genial. Imagine você ouvir uma música que você adora, uma única música, e a partir desta única música toda uma rádio é formada utilizando todos os dados que o Google tem sobre os seus gostos e preferências. O usuário ainda pode adicionar músicas que já tem, refinando a lista do Google. O serviço foi anunciado com o preço de US$ 9,99/mês nos Estados Unidos, podendo ser testado por 30 dias de graça.

all-access

.

– Google+: nova cara e 41 novas funções (0.O). Nã0 descobrimos ainda todas as 41 novas funções mas pelo que vimos, a cara nova ficou bem legal dividindo a timeline por colunas. Lembra até o (quase esquecido) Pinterest. E falando em Pinterest, o Google Plus traz vários filtros e recursos de edição de foto (falaram até de ser o fim do Photoshop – exagerados!), além de fazer uma seleção e priorização das fotos que ele considera serem mais importantes e com melhor qualidade para terem destaque na rede. O Hangouts agora tornou-se o serviço integrado de mensagens do Google, independente, ganhando versão em aplicativo (já disponível para download).

.

.

– Google Maps: apesar do Waze estar conquistando muitos usuários, principalmente em São Paulo, o Google Maps continua sendo o queridinho. E até por isso mereceu destaque no evento, apresentando suas mudanças e a maior atualização desde seu lançamento há 8 anos. O Maps agora passa a ser mais recomendação do que apenas busca. Ao invés de apontar diretamente um endereço ele passa a cruzar informações com recomendações de usuários do G+, com endereços mais buscados, e outras informações para gerar uma busca mais precisa, personalizada, adicionando valor à busca do usuário. Além de mudanças de usabilidade, como por exemplo, agora o mapa ocupa a tela toda do navegador, entre outras alterações.

.

– Google (buscas): “É o fim das buscas como as conhecemos”, disse Amit Singhal, vice-presidente sênior e engenheiro de software do Google.  São três pilares que justificam essa afirmação: “respostas”, “conversa” e “antecipação”. “Respostas”: você pergunta, o Google responde. Ao invés de trazer milhares de links com referências e suas palavras, o Google trará a resposta da sua pergunta. E além de responder sua pergunta ele vai “Antecipar” outras perguntas possíveis sobre o mesmo tema e já trazer essas informações (hum… isso me lembra o WolframAlpha).  “Conversas”: buscas por comando de voz. Além disso, recursos integrarão a busca ao Google Now, que agora terá funções similares ao Siri, da Apple (como por exemplo, adicionar compromissos ao calendário conectando ao mapa e aos seus contatos).

.

Ufa! Resumindo, essas foram as principais novidades anunciadas no primeiro dia do encontro anual com desenvolvedores do Google. Se quiser ver uma cobertura completa do evento, dê uma olhada na do Olhar Digital, que acompanhou minuto a minuto. ;)

Comentários

Openarch, o protótipo da casa do futuro

14 de May de 2013

O conceito apresentado no protótipo chamado Openarch, não é nada novo: paredes touchscreen e a tendência de que as novas tecnologias devam ser invisíveis, parte do dia a dia, de uma forma natural. Já vimos isso em outros vídeos e documentários como os vídeos conceito da Microsoft e O Mundo do Futuro do Discovery Channel (em breve vamos escrever um post sobre esta série).

 

 

O projeto está sendo desenvolvido há 4 anos pela agência espanhola Think Big Factory, e tem atualmente cerca de 40% concluído.

A ideia é substituir os teclados e controles remotos que utilizamos hoje. Através de movimentos com as mãos (viva o Kinect!), será possível controlar as luzes, ligar eletrodomésticos, musica, Skype, etc.

O legal deste projeto é que ele está sendo prototipado em um apartamento real. O espaço é como se fosse um laboratório de testes, onde empresas, artistas e organizações podem avaliar seus produtos e serviços através da estrutura e interação dos habitantes da casa.

open-arch-headline-600x250-600x250

Nada novo, mas vale a pena assistir para ter ideias… muitas ideias! E se você for uma empresa da Espanha, é valido entrar em contato com eles para testar seu produto dentro desta nova realidade. :D

 

*Quer aprender a prototipar? A Take a Tip possui um treinamento chamado Laboratório de Prototipação. Para saber mais entre em contato takeatip@takeatip.com.br.

Comentários

REDESIGN | Design de Varejo

13 de May de 2013

Com o consumidor migrando suas compras para o ambiente on line, está cada vez mais claro o desafio do varejo em transformar suas lojas físicas em verdadeiras experiências para o cliente, indo além do consumo. Nesta equação entram o entretenimento, a educação, a informação e a conveniência, transformando os pontos de venda em locais de convívio dos consumidores com a marca.

Para entregar esta experiência completa é preciso estar conectado com as últimas tendências de consumo, comportamento, arquitetura, design, e tecnologia. E com o intuito de expor e debater estas tendências, acontece nos dias 16 e 17 de Maio, em São Paulo, a segunda edição do maior evento de Design de Varejo da América Latina, o Redesign.

Uma iniciativa da consultoria GS&MD – Gouvêa de Souza, em parceria com a BYSide Eventos, e curadoria de Manoel Alves Lima, o Redesign é o terceiro maior evento de design de lojas no mundo, ficando apenas atrás do GlobalShop, que acontece nos EUA, e do EuroShop, na Europa. A edição deste ano conta com seis palestrantes internacionais, especialistas em design para varejo: David Kepron, Ken Nisch, Robert Hocking, Alison Medina, Angela Rumsey e Steve Collins.

 

banner_rotativo3

 

Serão dois dias de palestras, debates e exposições de cases de sucesso mostrando como inovar e se destacar no varejo. Entre os cases, executivos da Riachuelo, da Oi e da Chilli Beans apresentarão as estratégias adotadas por suas empresas para atrair o consumidor.

Conteúdos como o painel “Saia Justa do Varejo”, onde mulheres contemporâneas irão debater o que as atrai em uma loja; e a palestra sobre o poder transformador do design, do genial Marcelo Rosenbaum, trarão insights sobre comportamento e tendências de design que deverão servir de guia para quem quiser se manter na liderança do jogo do varejo nos próximos anos.

Ainda dá tempo de se inscrever e aproveitar todo este conteúdo.

#ficadica para estudantes: meia entrada!!! ;)

 

Redesign 2013
Quando | 16 e 17/05   das  8h30 às 18h
Local | Rua Doutor Plínio Barreto, 285 , São Paulo
Inscrições | R$ 1.480,00 (desc. 50% para estudante)
Informações | http://www.eventoredesign.com.br   ou  (11) 3405-6679

 

Comentários

Arduino, uma nova revolução?

13 de May de 2013

Os nerds de eletrônica e robótica piram no Arduino!

Oi?! Arduino?

 

Ao jogar a palavra “Arduino” no Google, encontramos mais de 17 milhões de resultados.  Mas afinal,  o que é isso?

Arduino é uma plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre, projetada com um microcontrolador de placa única, com suporte de entrada e saída embutido e uma linguagem de programação padrão (de origem Wiring).

Entendeu? Provavelmente não… Vou traduzir…

Arduíno é uma plataforma (física) de computação, com código aberto, de baixo custo que tem como principal objetivo, auxiliar artistas e amadores a criarem “computadores” ou qualquer outra utilidade interativa. Saiba mais.

 

arduino_due_in_hand

 

Massimo Banzi é um dos responsáveis pelo desenvolvimento deste pequeno circuit, criado na Itália e que inspirou milhões de pessoas a fazerem as coisas mais legais e malucas que a gente pode imaginar. Bom, ele ficou super famoso e foi falar no TED Global Talk. O vídeo tem cerca de 15 minutos e vale a pena assistir, pois conta um pouco da história do Arduino e o mais importante: como ele pode e já está sendo aplicado.

 

 

“Você não precisa da permissão de ninguém para fazer algo grande.” Massimo Banzi

Comentários

Free Desk Here | Temos Vagas!

8 de May de 2013

O conceito de coworking já se tornou comum no Brasil. Novos espaços como o The Hub e o Plug N’Work surgem a cada dia, oferecendo pacotes e planos para quem precisa “alugar” um espaço para trabalhar.

A novidade agora é o conceito de Free Desk Here. Qual a diferença para os espaços de coworking que conhecemos? A primeira, como o nome já diz, é que é free; a segunda, é que a estação de trabalho que você ocupa não está em um ambiente feito só para compartilhamentos de mesas, mas sim em uma empresa comum, ou melhor, em uma agência de publicidade, segmento que mais aderiu à onda, por enquanto.

ra

 

O serviço lançado por Nick Couch (dono da Open Studio Club, uma espécie de Airbnb para escritórios) é descrito por ele como um Linkedin da vida real, em artigo para a Fast Co.. “É um jeito de pessoas encontrarem novas pessoas, mas de uma forma mais significativa do que “adicionando alguém na lista com +500.”

Para a agência que disponibiliza o espaço, as vantagens estão em contar com novas ideias, um olhar diferente, uma referência nova para influenciar seus criativos no dia-a-dia, dando uma sacudida no ambiente. Imagine a cada um ou dois meses contar com um “turista” trazendo suas experiências para compartilhar com o time? É desta troca que, quem cede a mesa, está em busca. Por isso, na hora de anunciar a mesa, é possível também fazer uma descrição do perfil de visitante que a agência gostaria de receber e ressaltar características (criativo, músico, cientista, bom de bola, mãe que manda bolo pro trabalho, etc.).

Captura de Tela 2013-05-07 às 20.08.01

 

Para quem vai usufruir da mesa-amiga, os benefícios são inúmeros, assim como também são inúmeras as regras que vão desde não tocar música até ter que assinar um contrato de confidencialidade. Mas vale a pena pela experiência, pela oportunidade de mostrar seu trabalho, conhecer pessoas interessantes e descobrir como é o dia-a-dia (de verdade) de uma agência.

Captura de Tela 2013-05-07 às 18.43.25

 

Fazendo uma busca pelas mesas disponíveis no site, encontramos mesas em Berlim, Londres, Nova York, Barcelona, e em mais algumas cidades da Europa e EUA. Mas não encontramos nenhuma mesa em solo verde e amarelo!

E aí? Qual será a primeira agência (ou empresa, por que não?) brasileira a anunciar sua Free Desk Here???

 

Comentários

Heinz Beanz Flavour Experience

7 de May de 2013

Eis-me aqui postando mais uma vez sobre “experiência” e alimentos. :)

O Heinz Beanz Flavour Experience acaba de ser lançado para garantir uma experiência única para os seus consumidores. São cinco sabores diferentes, em taças temáticas (ricas em texturas e formatos) e colheres musicais. O.o

 

1682690-slide-slide-9-the-heinz-beanz-experience-gives-the-musical-food-new-meaning

 

O produto, desenvolvido para o Reino Unido pela agência Bompas & Parr, tenta unir todos os sentidos do corpo humano em uma única experiência, trazendo um efeito sinestésico.

 

Screen-Shot-2013-04-09-at-11.31.32-copy

 

Ervas finas com alho, queijo chedder, chilly fiery, barbecue e curry. Para cada sabor, uma taça com características que combinam com a essência do ingrediente principal e uma colher especial, que ao ser inserida no interior da boca, envia vibrações sonoras.

 

 

Não acredito que este produto vá ser vendido em grande escala, mas com certeza é uma campanha que chama atenção e deve proporcionar momentos bastante interessantes para as pessoas que comprarem.

O que vale mesmo é o conceito e a reflexão, de como podemos desenvolver produtos/serviços que envolvam os sentidos dos usuários garantindo uma experiência única e marcante.

 

PS: Não, este também não é um post patrocinado.

Comentários

DIY Prototipagem em papel

6 de May de 2013

O assunto “prototipagem” não é nenhuma novidade no Inovaqui. Por diversas vezes já falamos sobre algumas ferramentas e teoria. Hoje vamos mostrar um vídeo que está circulando na internet, e que tem a intenção de ser  um tutorial rápido e simples sobre como desenvolver um protótipo em papel para uma interface.

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=5Ch3VsautWQ]

Este curta foi produzido pelo grupo AIR do LTIA – Laboratório de Tecnologia da Informação Aplicada da UNESP.

 

Dicas da Tip!

Para quem gosta de desenhar, encontramos um site, chamado UI Sentcils, que vende stencils diversos para auxiliar no protótipo em papel. É fantástico. Dá vontade de comprar tudo!! Eles enviam para o Brasil e aceitam PayPal, mas o frete é um pouco salgado.

Captura de Tela 2013-05-03 às 11.15.19

Ao apresentar o teste a usuários, é melhor preparar os wireframes e imprimir. Desta forma, evitamos que haja má compreensão da grafia da letra de quem fez os desenhos.

Lembrem-se que todo o processo de prototipação é um grande ciclo. É indicado repetir essa fase várias vezes à medida que a ideia for se aperfeiçoando.

Dá um pouco mais de trabalho, mas acredite… vale a pena :D

 

*A Take a Tip possui um treinamento chamado Laboratório de Prototipação, onde é possível aprender na prática a prototipar produtos, serviços e novos modelos de negócios. Para saber mais entre em contato takeatip@takeatip.com.br.

Comentários

The Creativity Gap | Pesquisa

2 de May de 2013

Em um estudo realizado em 2012, com mais de 5 mil pessoas, sendo mil de cada país pesquisado (EUA, Inglaterra, Alemanha, França e Japão), foi criado o infográfico abaixo apontando o gap de criatividade existente no mundo.

Em resumo, o estudo aponta que, para os entrevistados, liberar o potencial criativo das pessoas é visto como a chave para o crescimento econômico e social, porém destas mesmas pessoas menos da metade delas consideram-se criativas. Apenas 1 a cada 4 pessoas sente que está utilizando o seu potencial máximo criativo. A falta de tempo é apontada como grande vilã para a falta de criatividade.

Identificaram também neste estudo que há uma crescente pressão no ambiente de trabalho para que as pessoas sejam mais produtivas do que criativas, sendo que estas pessoas gastam apenas 25% do tempo delas no trabalho em atividades que exijam algum potencial criativo.

Globalmente, o Japão é apontado como o país mais criativo, exceto pelos próprios japoneses. Em oposição, os americanos acreditam que o EUA são os mais criativos, ao mesmo tempo em que os próprios americanos mostram uma forte preocupação de não estarem utilizando seu potencial criativo.

A questão depois desta pesquisa é descobrir se as pessoas realmente não estão utilizando seu potencial criativo, ou se elas apenas acham que não são criativas. Vamos aguardar algum estudo no melhor estilo da campanha Dove Real Beleza e os retratos falados. ;)

Para ter acesso completo aos dados do estudo, faça download da pesquisa clicando aqui.

adobe_state_of_create_infographic

 

*A Take a Tip possui um treinamento chamado Laboratório de Criatividade com o objetivo de despertar o potencial criativo. Para saber mais entre em contato takeatip@takeatip.com.br.

Comentários

Picture Cook | Culinária para designers

2 de May de 2013

Cozinhar é para muitas pessoas uma atividade terapêutica, um hobby, um momento de prazer. Mas algumas receitas podem transformar este momento que deveria ser de descontração em um momento de longa leitura e tensão para não se perder entre números, medidas, e letrinhas.

Livros de culinárias e receitas sempre seguiram o mesmo padrão: uma lista de ingredientes e suas medidas, o modo de preparar e, algumas vezes, uma bela foto do prato pronto.

Querendo mudar isso, Katie Shelly, uma designer e ilustradora de Nova Iorque decidiu transformar 50 receitas narrativas em belos infográficos, reunidos no livro Picture Cook: See. Make. Eat. com previsão de lançamento para Outubro deste ano.

 

51RmTWCG+AL

 

A ideia surgiu quando uma amiga passava uma receita por telefone e, assim que a amiga começou a ditar a receita dizendo “pegue 3 vasilhas”, foi natural para Shelly desenhar as 3 vasilhas ao invés de escrever. E assim seguiu anotando, ou melhor, desenhando a receita. Segundo Shelly, em entrevista para Fast Co.Design, assim que foi preparar a receita, pegou o desenho que havia feito e achou realmente mais prático do que uma receita em texto, quando você tem que parar o que está fazendo para ler e re-ler os passos da receita.

A parir daí ela selecionou 50 receitas, transformou os longos textos em infográficos com ícones simples, e iniciou uma série de testes de User Experience com os amigos para saber se os desenhos estavam cumprindo a missão: preparar os pratos de forma fácil, clara, e sem assustar ninguém.

Daí saíram receitas como essas:


cook2

 

Shelly não deixa de demonstrar uma preocupação quando fala sobre o seu trabalho, dizendo que seu desafio maior não está nos detalhes e na perfeição gastronômica, mas sim em tornar os infográficos claros para todos e convidativos, para que não aconteça, nas palavras da própria autora, o que acontece com os diagramas da Ikea: “(…) uma vez que as coisas fiquem muito sérias, os desenhos começam a deixar de ser convidativos e passam a parecer intimidantes. Assim como as pessoas se sentem oprimidas pelos diagramas da Ikea”.

 

cook

 

Que tal testar alguma dessas receitas para sentir a experiência? ;)

Comentários

Chris Hadfield | O astronauta pop

30 de April de 2013

Fanpage do Facebook com 215 mil fãs, 700 mil seguidores no Twitter, quase 7 mil inscritos no canal do Youtube. Esses são números de uma celebridade das redes sociais. Cantor, ator, comediante? Não. Esses são os números dos perfis de Chris Hadfield, um astronauta canadense que está na estação espacial internacional, desde Dezembro de 2012.

Como um astronauta tem tantos fãs? Porque Chris é um astronauta pop! Ele tem se dedicado a enviar à Terra imagens, vídeos, e histórias que mostram o dia-a-dia e os desafios da vida em uma estação espacial.

Chris tem um jeito divertido e didático de mostrar como tarefas simples, como por exemplo cortar o cabelo ou fazer exercícios, precisam ser reinventadas para serem realizadas no espaço.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=JUUvlnnVMSQ]

Não bastasse o sucesso que seus vídeos curiosos, feitos no melhor estilo “veja como se faz”, Chris foi o primeiro astronauta a realizar um dueto musical direto do espaço. Junto do cantor canadense Ed Robertson, da banda Barenaked Ladies, e de um coral, Chris se  apresentou com violão em punho, cantando a música Is Somebody Singinging que fala sobre uma pessoa no espaço sentindo falta das pessoas que ama na Terra.

Outro momento celebridade foi uma conversa por telefone com o ator William Shatner, o capitão Kirk da série Jornada nas Estrelas.

Seguindo por esse caminho, Chris Hadfield, o astronauta pop com certeza está popularizando as missões espaciais e conquistando fãs para um mundo antes tão distante.

Siga as aventuras de Chris: Facebook, Twitter, Youtube, Tumblr.

Comentários
Pages:«1234567...17»

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca