The Tasting House | Coma tapetes, paredes e almofadas

11 de April de 2013

De todos os contos infantis, aquele que toda criança quer viver, definitivamente, é o de João e Maria. Que criança nunca sonhou com uma casa feita totalmente de doces, onde você pode comer toda a casa? Essa ideia também surgiu em a fantástica fábrica de chocolate, e depois em outros filmes e desenhos, e vem sendo explorada pela propaganda, como os comerciais mágicos do Toddynho e seus rios de chocolate, por exemplo.

Até os dias de hoje, essa ideia fantasiosa ainda preenche a cabeça de muitos adultos (eu ia adorar um dia encontrar um rio de Toddynho rs). E pensando nisso, a maior fabricante de açúcar da Grã Bretanha, a Tate & Lyle Sugars, levou a ideia ao pé da letra e criou a The Tasting House, uma casa de oito cômodos com tapetes de merengue, torres de macarons, almofadas de baunilha, e banheiras de pipoca caramelizada.

post

A ideia de criar a casa surgiu para divulgar seus 8 tipos diferentes de açúcar, com sabores diferentes. Logo cada cômodo tem um tema para mostrar como cada açúcar pode dar um sabor diferente às guloseimas.

O vídeo abaixo mostra a preparação dos quartos temáticos, onde toda decoração era comestível:

[youtube:http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=rxSUcf-kXv4]

A experiência é levada ao extremo, onde por exemplo, em um dos quartos decorado com tartarugas marinhas, você pode pegar os ovos que estão na areia (açúcar mascavo) e comê-los, pois são bolos de baunilha envolto em uma casquinha de açúcar!

Untitled

Para produzir tudo isso foram gastos 600kg de açúcar, 2000 horas de trabalho na cozinha, e mais 900 horas confeitando e decorando.

Pelas fotos é possível ter uma ideia de como os visitantes puderam ter a experiência de se sentirem um pouco João e Maria, sem uma bruxa má ao final da visita. Nesta versão moderna de conto de fadas, os vilões serão os dentistas e a balança! :)

Print Friendly
Comentários

Related Posts

Sobre o Autor: Tatiane Carrelli

Publicitária, especialista em Inovação e Criatividade. Quebrou algumas regras na 3M, na Whirlpool, e no Banco Itaú. Então decidiu quebrar regras por aí e criou a Take a Tip, consultoria da qual é sócia hoje. No meio do caminho descobriu uma vocação (Professora na ESPM), um hobby (aprendiz de fotógrafa) e um esporte (Rodrigo Pessoa, que se cuide!).

Leave a comment

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca