Miguel Nicolelis separa a mente do corpo

3 de July de 2012

Adoramos cientistas e estudiosos que desafiam a história e a ciência, e criam teorias “malucas” (ou não), deixando nossas imaginações borbulharem de ideias e pensamentos.  Já falamos sobre o Neil Harbisson, Michio Kaku, Neil deGrasse Tyson, Sugata Mitra… e hoje é a vez de Miguel Nicolelis.

Miguel Angelo Laporta Nicolelis, nascido em 1961, especialista em neurociência, brasileiro e considerado um dos 20 cientistas mais importantes do mundo pela revista Scientific American. Entre seus grandes desafios, está a integração do cérebro humano com as máquinas, tendo como objetivo desenvolver próteses neurais para a reabilitação de pacientes que sofrem de paralisia corporal.

Tive a oportunidade de assistir a uma palestra do Nicolelis no ano passado. Fiquei arrepiada ao saber dos resultados de suas pesquisas. O cara é tão bom, que foi aplaudido por cerca de 5 minutos pelo público que ficou até de pé.

Durante a palestra ele apresentou seu projeto, 100% brasileiro, de criar o Instituto Internacional de Neurociência em Natal (fantástico, por sinal) e também falou sobre seus planos de separar a mente do corpo e fazer com que ela seja integrada à máquinas. Mostrou uma série de experiências feitas com macacos que já conseguem movimentar braços mecânicos e até um robô remotamente (que estava no Japão) por meio de sinais enviados pelo cérebro.

Assista aqui alguns vídeos que o cientista apresentou na palestra:

[youtube=http://youtu.be/PTVVYYxY9Cs]

[youtube=http://youtu.be/SSaBOd4pQpM]

Reflexão: agora, vem cá… se isso der certo mesmo (e sim, vai dar!) e começar a ser comercializado, imaginem só, do que seremos capazes!!! O.O

O cientista contou que, na abertura da Copa de 2014, um deficiente físico irá, pela primeira vez na história do mundo, caminhar até o centro do campo com pernas robóticas para mostrar que o Brasil é o pais da ciência. (#goosebumps)

O blog TecMundo postou um texto super legal explicando os estudos de Miguel Nicolelis, que vale a pena ler.

E se você tiver um tempinho, também vale MUITO a pena dar uma zapeada pelos vídeos no YouTube de entrevistas com o Nicolelis.

Print Friendly
Comentários

Related Posts

Sobre o Autor: Isabel Oliveira

Fez Administração no Mackenzie, se especializou em Marketing na ESPM e Inovação em ID-IIT em Chicago. Sempre trabalhou no Banco Itaú, até que resolveu mudar e abrir a consultoria Take a Tip. Viciada em internet, criatividade, blogs, coisas nerds, compras online, tecnologia, cores e música. :)

1 Comment + Add Comment

  • Remoto neural monitoramento por satélite terrorismo no Brasil

    Os cérebros dos brasileiros estão sendo conectados à satélites para fins de tortura e assassinato e o governo continua ignorando os fatos. Essa tecnologia por satélite é controlada por uma rede global de criminosos, esses elementos adentram o cérebro humano 24 hs a conexão pode vir de várias pessoas ao mesmo tempo, leitura do córtex visual através da interface cérebro computador utilizando antenas de telefonia, satélite e o cérebro humano. Através dessa arma sonora é possível inserir sons, imagens e outros barulhos na cabeça do alvo com auxílio de ondas acústicas, vibracionais, ,sonoras de rádio frequência eletromagnética com o uso de implante ou assinatura cerebral. Os elementos que compõem o bando que estão ignorando às leis são formados por quadrilhas inteiras que estão usurpando estes corpos. O crime organizado utiliza essa tecnologia no tráfico de drogas e a gente, para fraudar concursos públicos e vestibular ou simplesmente para torturar pessoas. Leiam mais v2k technology, synthetic telepathy, voice to skull technology, nano implant brain radar, microwaves in remote neural monitoring, mind control an silent sound, mk ultra ,gang stalking world, Psychotronic Weapons, gang stalking world, target individual. Já existem inúmeras vítimas no nosso país isto está acontecendo no mundo todo. Recentemente foi aprovada uma lei nos EUA contra o uso de armas geofísicas climática e controle mental, gostaria de saber a opinião da população e autoridades brasileiras à respeito desse tipo de crime no país.

Leave a comment

Follow Us!

Realização:

Parceria

Biblioteca